Skip directly to content

CONHECER A DOENÇA

CONHECER A DOENÇA

Compreender o que significa o seu diagnóstico e como está a afetar o seu organismo pode ajudá-la a falar abertamente com os seus médicos sobre quais são as melhores opções de cuidados clínicos para si.

Porque voltou o meu cancro?

A verdade é que qualquer pessoa que tenha tido cancro da mama pode ter uma recidiva em qualquer altura − por vezes o cancro volta.

Se recebeu anteriormente tratamento para o cancro da mama, deverá ter sido por um período de tempo limitado. O CMM é uma doença crónica. A terapêutica irá tentar retardar a progressão do cancro, mas irá necessitar de um tratamento para a vida.

É importante ter em mente que não fez nada de errado – a culpa não é sua.

O que significa isto para mim?

O cancro da mama metastizado (CMM) é diferente das fases iniciais da doença pois a doença alastrou da mama para outros órgãos do seu corpo na forma de metástases.
Os investigadores ainda não sabem porque alguns cancros da mama recidivam e outros não. O facto do seu cancro ter recidivado não significa que recebeu um tratamento errado na fase inicial da sua doença nem que não cuidou de si. Aliás, cerca de 5% dos doentes apresenta esta forma de doença logo na data do diagnóstico.

Que tipo de exames tenho de realizar para confirmar o meu diagnóstico?

Não há apenas um exame que indique “tem cancro da mama metastático”.

A primeira coisa que os seus oncologistas vão querer fazer é recolher informação o mais completa possível sobre o seu cancro, por exemplo, de que tipo é e para onde se disseminou no corpo. Estes exames ajudam os seus médicos a saber quais são as melhores opções. Os exames são necessários para os ajudar a estabelecer um plano de tratamento eficaz para si.

Poderá ter de realizar diversos tipos de exames:

  • testes laboratoriais
  • exames imagiológicos
  • biópsias

 Pode saber mais sobre estes exames.

  • Os exames realizados poderão variar de pessoa para pessoa.
  • Se teve cancro da mama previamente, os seus médicos terão de repetir um conjunto de exames de diagnóstico para conhecerem detalhadamente o seu cancro atual.

PONTOS-CHAVE A CONSIDERAR SOBRE O SEU DIAGNÓSTICO

  • Cancro da mama metastático significa que o cancro que estava originalmente na sua mama se estendeu a outras partes do seu corpo.
  • O objetivo do tratamento é evitar a progressão e a extensão do cancro e ajudá-la a viver com a melhor qualidade de vida possível.
  • Ao contrário dos cancros detetados numa fase precoce, o cancro da mama metastático é uma doença crónica.
  • A experiência é diferente de pessoa para pessoa – não irá ter necessariamente os mesmos sintomas e  efeitos secundários e poderá não efetuar os mesmos exames que outras pessoas.
red