Skip directly to content

O MEU GUIA PESSOAL DOS EXAMES ONCOLÓGICOS

O MEU GUIA PESSOAL DOS EXAMES ONCOLÓGICOS

Os testes e exames radiológicos que irá fazer para diagnosticar o seu cancro serão, muito provavelmente, repetidos regularmente durante os seus tratamentos. Estes exames ajudam a determinar se o tratamento está a ser eficaz e se o tumor diminuiu ou deixou de crescer ou se o tratamento tem de ser alterado porque o tumor está a crescer novamente (progressão).

Exames laboratoriais

São análises ao sangue. Poderão ser realizadas no hospital ou num centro de análises.

Exames Imagiológicos

Os exames imagiológicos captam imagens das zonas no interior do seu corpo que ajudam o médico a verificar se está presente um tumor. Estas imagens podem ser obtidas de diversas formas:

TAC ou Tomografia Computorizada

Um aparelho de radiografia ligado a um computador capta uma série de imagens detalhadas dos seus órgãos. Poderá receber uma injeção com um corante ou com outro material de contraste para destacar zonas no interior do corpo. Isto facilita a análise das imagens. Esta é, habitualmente, uma consulta com a duração de algumas horas e que ocorre num centro de imagiologia ou num hospital.

Exame radiológico nuclear ou com radionuclídeos

Para este exame, terá de receber uma injeção com uma pequena quantidade de material radioativo, que pode ser chamado de marcador. Este flui pela corrente sanguínea e concentra-se em certos ossos ou órgãos. Um equipamento a que se dá o nome de scanner deteta e mede a radioatividade. O scanner gera imagens dos ossos ou órgãos num ecrã de computador ou em película. O seu organismo elimina rapidamente a  substância radioativa. Este tipo de exame pode também ser chamado de exame com radionuclídeos. Este procedimento tem de ser realizado numa instituição de medicina nuclear, num centro de radiação ou num hospital.

Ecografia

Um dispositivo de ultrassons emite ondas sonoras que as pessoas não conseguem ouvir. As ondas fazem eco nos tecidos no interior do seu corpo. À imagem gerada dá-se o nome de sonograma. Este é o mesmo exame que é aplicado às mulheres grávidas para verificar o desenvolvimento de um bebé. Pode ser realizado no consultório do seu médico ou num hospital.

Ressonância magnética

É utilizado um potente campo magnético ligado a um computador para gerar imagens detalhadas de zonas do seu corpo. O seu médico pode visualizar estas imagens num monitor e imprimi-las. Esta consulta pode levar algumas horas e o exame é habitualmente efetuado num centro de imagiologia ou num hospital.

PET

Para fazer este exame, recebe uma injeção com um marcador. De seguida, um equipamento cria imagens 3D que revelam onde o marcador se acumula no corpo. Estes exames indicam como os órgãos e os tecidos estão a funcionar. Esta consulta pode levar algumas horas e o exame é habitualmente realizado num centro de imagiologia ou num hospital.

Radiografia

Estes raios utilizam doses baixas de radiação para criar imagens do interior do seu corpo. Este exame pode ser realizado no consultório do seu médico, num centro de imagiologia ou num hospital. 

Biópsia

Na maioria dos casos, os médicos têm de realizar uma biópsia para fazer o diagnóstico do cancro, mesmo que já tenha efetuado uma biópsia anteriormente. Uma biópsia é um procedimento em que o médico remove uma amostra de tecido.

Um anatomopatologista analisa o tecido ao microscópio para verificar se é cancerígeno. A amostra pode ser colhida de diversas formas:

  • Com uma agulha: O médico utiliza uma agulha para colher tecido ou líquido.
  • Com um endoscópio: O médico avalia zonas no interior do corpo, utilizando um tubo fino com sistema de iluminação, chamado endoscópio. O tubo é inserido através de uma abertura natural, como a boca. De seguida, o médico utiliza uma ferramenta especial para extrair tecido ou células através do tubo. 
  • Com cirurgia: A cirurgia pode ser excisional ou incisional.
    • Numa biópsia excisional, o cirurgião remove o tumor completoCom frequência, o tecido normal em redor do tumor é também retirado.
    • Numa biópsia incisional, o cirurgião remove apenas parte do tumor.
red