Skip directly to content

O QUE ESPERAR DO MEU TRATAMENTO

O QUE ESPERAR DO MEU TRATAMENTO

O tratamento do cancro da mama metastizado (CMM) é crucial para a ajudar a viver com uma boa qualidade de vida. O seu oncologista irá explicar-lhe as diferentes opções de tratamento que estão disponíveis para si. Irá explicar-lhe os possíveis benefícios e riscos de cada uma.
A equipa clínica que a acompanha irá recomendar-lhe um plano de tratamento e, em conjunto, tomarão a decisão de avançar com o plano.

 

  • Para tomar as decisões certas relativamente ao seu tratamento, é importante que disponha de informação suficiente para ponderar diferentes opções
Qual é o melhor tratamento para mim?

Não existe um único tratamento para o CMM e o que resulta para uma pessoa poderá não necessariamente resultar para outra. Algumas mulheres poderão receber uma associação de terapêuticas, ao passo que outras poderão receber apenas uma só terapêutica de cada vez.

Há muitos e diferentes fatores que afetam qual o tratamento que é MELHOR PARA SI. Estes fatores incluem a biologia do tumor, os órgãos do seu corpo afetados por metástases, os tratamentos anteriores que tenha recebido para o cancro da mama e qualquer tratamento que esteja atualmente a fazer para outras doenças.

O objetivo do tratamento é ajudar a controlar a disseminação do cancro no seu corpo e melhorar a sua qualidade de vida.

Espere mudanças no tratamento ao longo do tempo: isto porque o seu cancro pode desenvolver resistência a uma determinada terapêutica, podendo ter de mudar para outro tratamento em relação ao qual o seu cancro poderá ter mais probabilidades de responder. Poderá também deixar de receber um tratamento devido a efeitos indesejáveis.

As pessoas reagem de forma distinta a diferentes tratamentos, pelo que é impossível prever como o seu cancro irá responder a um tratamento. Lembre-se sempre que a decisão de receber um determinado tratamento,
ou de mudar de tratamento, deve ser sempre tomada em conjunto com a sua equipa clínica. Decisão informada! Antes de aceitar iniciar um tratamento deve conhecer os benefícios e riscos esperados.

Quais são os principais tipos de tratamento para o CMM?

O CMM é habitualmente tratado com medicamentos, que podem ser orais ou administrados numa veia ou músculo. A radiação e, raramente, a cirurgia, poderão também ser utilizadas, quando necessário, para o controlo da doença ou dos sintomas. Os principais tipos de terapêutica farmacológica que lhe podem ser oferecidos para o controlo do seu cancro são a quimioterapia, a hormonoterapia terapêutica-alvo e imunoterapia conforme biologia tumoral. Por outro lado, poderá receber tratamentos para a ajudar a aliviar os sintomas do cancro ou das metástases no seu corpo. Entre os mais importantes destes tratamentos estão os medicamentos de estabilização óssea administrados para ajudar a reduzir as complicações a nível do osso, como por exemplo as fraturas ósseas.

CONTE COM CHECK-UPS REGULARES:
O seu médico irá pedir-lhe consultas regulares para avaliar a eficácia do tratamento e para saber como se sente. Isso pode significar ter que se deslocar mais vezes  ao hospital para fazer exames.

Que efeitos indesejáveis vou ter?

Os efeitos indesejáveis irão depender do tipo de tratamento que vai receber – podendo variar muito de medicamento para medicamento. Por outro lado, as pessoas reagem de forma diferente aos tratamentos. Os efeitos indesejáveis que uma determinada pessoa tem podem ser muito diferentes dos que pode ter.

Alguns dos efeitos indesejáveis mais frequentes do tratamento para o cancro incluem  sensação de cansaço ou exaustão (fadiga), dor, náuseas, vómitos, diarreia, perda de cabelo, contagem baixa de glóbulos brancos e ganho de peso ou perda de peso.

Informe sempre o seu médico e equipa clínica sobre efeitos secundários ou novos sintomas que possa estar a ter, pois estes podem estar relacionados com o tratamento ou com a evolução da doença. Existem medicamentos ou estratégias que a podem ajudar a gerir os efeitos secundários; poderá ser necessário ajustar a dose do seu tratamento.

Devo participar num ensaio clínico?

O seu médico poderá sugerir que participe num ensaio clínico. Deste modo, terá a possibilidade de receber um novo fármaco ou um fármaco que ainda não está disponível no seu país. Os ensaios clínicos são estudos de investigação que analisam se um novo tratamento é eficaz, bem tolerado e tão ou mais eficaz do que os tratamentos habitualmente administrados a doentes com essa patologia.


 

Dado que os tratamentos para o CMM estão sempre a mudar, a participação num ensaio clínico poderá permitir-lhe receber um novo tratamento que a pode ajudar. Saiba mais sobre ensaios clínicos.

Como posso tirar o máximo partido do meu tempo com a minha equipa clínica?

Há muita coisa que pode fazer para aproveitar ao máximo cada consulta com a sua equipa clínica. Algumas dicas importantes:

Escreva algumas perguntas antecipadamente para assegurar que não se esquece de as fazer


Tente ir sempre acompanhada por um familiar ou amigo que a ajudem a tomar notas e ouvir, assegurando assim que não lhe escapa nada que o médico ou a equipa clínica lhe dizem


Tome notas para que as possa consultar em casa 


Leve o tempo que precisar e não receie solicitar mais tempo à sua equipa clínica:           merece-o e tal irá permitir que tenha um papel mais ativo nas decisões tomadas sobre o seu tratamento.

Não há uma única forma de tratar o CMM que seja a certa para todas as mulheres.

Pontos chave a considerar sobre o seu tratamento oncológico

  • O tratamento para o CMM é para toda a vida e poderá ter de fazer tratamentos diferentes ao longo do tempo.
  • Informe sempre a sua equipa clínica sobre os efeitos indesejáveis que possa ter.
  • Evite planear compromissos que não possa cancelar para os primeiros dias após receber um tratamento intravenoso.
purple